Arquivo do mês: agosto 2011

II MANIFESTO EKOLÓGICO-KULTURAL

        O 2o. Manifesto eKológico-Kultural será realizado no dia 13 de agosto – sábado -, a partir
das 17:00 horas, no Sindicato dos Metalúrgicos de Santos, av. Ana Costa, 55. O objetivo
deste evento é reunir num mesmo espaço as diversas manifestações ecológicas, com
arte e cultura, através de bandas musicais com temática ecológica e social, stands de
ONGs, estudantes, artesãos, indígenas e os mais diversos coletivos.

       Neste evento arrecada-se alimentos não perecíveis para aldeias guaranis da região, e
estarão presentes famílias guaranis vendendo e mostrando seus artesanatos. Haverá
também duas atividades paralelas, que é a da Pégasus do palhaço televisivo Mutreta com
seu espetáculo Ben 10 para as crianças – com uma cena ecológica – e a exibição do filme
“A Floresta das Esmeraldas”, do diretor John Boorman, com atores brasileiros e
internacionais, e que é uma verdadeira denúncia da destruição da floresta amazônica já há
tempos atrás e onde a luta indígena com seus aliados consegue deter a construção de
uma represa… O filme é baseado em fatos verídicos, e vem a coincidir com a atual luta
contra a represa de Belo Monte no Amazonas e que está gerando fortes protestos
nacionais e internacionais. O filme possui também um tremendo visual e autênticas cenas
de xamanismo ou pajelança. Esta atividade é co-organizada com o importante blog e
associação CineZen, e contará com seu principal diretor – André Azenha – como
comentarista, além do antropólogo e historiador Giulius Cesari, do CAVE.

     O evento contará ainda com a participação das bandas Casa de Ervas, Os Pícaros,
Chiapas Livre, Pau a Pique (música caiçara), Om Mar (reggae) e violeiros. Haverá Radio-
Atividade ao vivo com a participação da Rádio da Juventude de São Vicente (comunitária)
e a Rádio Ervas (virtual).

     A proposta do evento é feita pela Verde-América, pelo CAVE, juntamente com coletivos
culturais, Centro de Estudantes de Santos, Rádio da Juventude, Sindicatos dos
Metalúrgicos, SindServ, Bancários e outros. O caráter e a essência do Manifesto é
inspirado nas vertentes eco-socialista, ecologia social e ecologia profunda.

     O objetivo é divulgar as lutas ecológicas e ir paulatinamente organizando a sociedade
para a vitória da luta da Vida contra a Morte, e insiste na urgência do crescimento da
RESISTÊNCIA ECOLÓGICA E SOCIAL contra os graves ataques que estão sendo
dirigidos ao Meio Ambiente e à vida em geral, a saber: o novo e desastroso Código
Florestal; o absurdo da represa de Belo Monte no Amazonas; o genocídio dos índios
guarani-kaiowás no Mato Grosso do Sul, o impiedoso desmatamento do Amazonas, da
Mata Atlântica e do Cerrado, a intenção governamental de construir mais usinas nucleares,
mesmo depois do desastre de Fukushima; a permissividade dos transgênicos e agrotóxicos
na agricultura e pecuária brasileira; a destruição de manguezais, poluição da exágua
potável e das praias; e a desmedida especulação das construtoras e gritante
verticalização urbana.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Anarquismo, Autonomismo, Baixada Santista, Ecologia Social, Indigenas, Politica

Por uma visão libertária da História

Convidamos todos (as) a participarem do curso a ser oferecido pelo companheiro Giulius.

3 Comentários

Arquivado em Anarquismo

Alternativas de mobilização para a região de Santos.

Alternativas de mobilização para a região de Santos.

Reunião no dia 3 de agosto quarta-feira a noite 20h

Local: Casa da JOC  Rua da constituição 331 Centro/ Santos

É muito importante debatermos a org. e propormos ações na região, mas principalmente o caráter destas que a meu ver devem ser apartidarias, antielecionistas, horizontais e vetadas a qualquer projeto político vinculado ou ligado às eleições do ano que vem. Para ser bem claro, principalmente sem nenhuma relação com os partidos que estão no atual governo e que fazem parte da direita do pais. Sim de direita pois não VEJO DIERENÇA ALGUMA ENTRE PT E PSDB TUDO FARINHA DO MESMO SACO. Este debate é de suma importância, pois os motivos da atual desmobilização na nossa região foram entre outros  a falta de clareza ideológica e a cooptação por parte do aparelho político partidário de boa parte dos movimentos sociais e seus ativistas. 3 de agosto estamos lá para criarmos juntos uma movimentação séria e a meu ver (autônoma) para esta cidade, se não deixa como esta porque do chão não passa.

Um abraço libertário
Giulius

Em resposta a

Queríamos propor a tod@s uma reunião pra discutir sobre nossa realidade regional enquanto força militante no sentido de criar articulações e fomentar manifestações. Qual o objetivo? Como todos sabemos diversas manifestações estão ocorrendo freqüentemente em algumas partes do Brasil e no mundo, discussões sobre o Tribunal da terra estão sendo levantadas, inclusive de trazer o tribunal aqui pra Baixada o que é importante, sem contar o código florestal, Belomonte, PAC enfim, todos estamos cientes sobre essa coisas. Mas de que forma podemos ser mais ofensivos? E levar essa discussão a público. Temos uma região caótica neste sentido de informar e instigar a população a discutir sua realidade, ano que vem tem eleição e não há novidades…

Pessoal o que queríamos propor era nessa reunião pensarmos alternativas ofensivas de resistência.

Abraços. tamujunto na luta!

“A luta revolucionária só pode ser construída coletivamente.”

Rádio da Juventude – sintonizando atitude!

www.radiodajuventude.wordpress.com

www.twitter.com/radiojoc

www.facebook.com/radiojoc

Tel.: (13) 3029-7712

Deixe um comentário

Arquivado em Anarquismo, anti-globalizacao, Autonomismo, Baixada Santista, Politica, VOTO NULO